O Velhote do Penedo

O Velhote do Penedo
O Velho Professor do Penedo em plena labuta! Vida difícil, esta!

sábado, 17 de janeiro de 2015

Demorei, mas voltei!


A boa política exige caráter.

O jornalista Jânio de Freitas deu ontem (15/01) à variada fauna petista uma lição de caráter. Em sua coluna na Folha de S. Paulo, Jânio de Freitas, que apoiou e votou na Dilma, discutiu as primeiras medidas da presidente, levadas a cabo pelo ex-diretor do Bradesco, Joaquim Levy. Disse Jânio:

“Antes mesmo de assumir, Joaquim Levy falou em aumentar imposto – e nada, nenhum editorial, nenhuma entrevista chiadora.”

Reparem: nem o PT chiou, nem seus militantes, nenhuma central sindical que apoia o governo reclamou, nenhum deputado, senador ou governador da chamada base aliada discordou dos aumentos prometidos. Mas, continuou Jânio de Freitas:

“Joaquim Levy ofereceu um café da manhã a jornalistas para anunciar-lhes quem vai pagar mais imposto. Não é o sistema bancário, merecedor do título de mais lucrativo do mundo. Tão rentável que bancos estrangeiros vêm buscar aqui o lucro que lá fora virou perda. Não são os cartões de crédito, com seus juros sem nada semelhante no mundo, 258%, ou 40 vezes a inflação. Nem vai o aumento de imposto incidir sobre a especulação financeira, sobre a remessa de lucros para o exterior, ou sobre ganhos no mero jogo da bola”.

Diz, por fim, Jânio de Freitas:

“O aumento de imposto vai cair em cima de quem trabalha e vive do que ganha com o trabalho”.

Dilma, aos poucos, vai mostrando sua verdadeira face. Após vender uma imagem durante a campanha, ela agora assumiu o papel de Aécio. Ah, Jânio de Freitas comentou ainda que os juros da Caixa Econômica, cujo capital vai ser aberto, vão aumentar, inclusive os do financiamento da casa própria.

O incrível, mas compreensível, silêncio dos petistas reais e fictícias diante de tudo isso denuncia a falta de caráter. Dilma  já fez alterações nos direitos trabalhistas – e muito mais vai fazer nos próximos meses.

Ontem, o sindicato dos professores do DF fez uma manifestação diante do Palácio Buriti. Querem receber os salários atrasados. Certo. Mas  por que ficaram em silêncio diante do desgoverno do Agnelo? Por que só agora foram se manifestar? Tive ânsias de vômito ao ver o presidente do sindicato, tão idiota quanto oportunista, dar uma entrevista dizendo que o novo governador vai “pagar” pelo atraso dos salários dos professores.

A falta de caráter campeia no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário