O Velhote do Penedo

O Velhote do Penedo
O Velho Professor do Penedo em plena labuta! Vida difícil, esta!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Comentando (1)

Aqui, no Papo de Amigos, o velho professor do Penedo tem o hábito de ler jornais (Correio Braziliense, O Globo, Folha de S. Paulo, Estado de S. Paulo), além de sites e blogs informativos. Hábito de professor. Hoje, transmito aos meus amigos um pouco do que li nos últimos dias. Claro, aproveito a oportunidade para soltar minhas sutis brasas. 

1 - Os ganhadores do Prêmio Nobel de Economia, os norte-americanos Christopher Sims, da Universidade de Princeton, e Thomas Sargent, da Universidade de Nova York, disseram que a situação econômica atual é tão grave que é impossível dar uma resposta sobre como sair do atoleiro. Eles informaram que seus estudos são insuficientes para solucionar os problemas que se arrastam desde 2008.
Sims e Sargent, como se sabe, desenvolveram um modelo para análise da relação entre a política econômica e seus efeitos práticos.
Nós, brasileiros, não temos do que reclamar. “Tia” Dilma, segundo ela mesma disse e discorreu em sua recente viagem à Europa, sabe e domina a fórmula de levar o mundo ao melhor dos céus. O chato é que os europeus não levaram a nossa especialista a sério.

2 – E por falar em crise mundial, o Correio Braziliense (12/10/2011) publicou uma matéria sobre a Grécia, que, como se sabe, é o país que mais padece, no momento, os efeitos da crise. Diz a matéria:
“As estatísticas indicam dívida do governo de quase 200% do PIB, desemprego recorde de 16%, em alta, e retração do PIB de 7% nos últimos 12 meses”.
As consequências de tudo isso são:
“O desespero toma conta de parte da população. Empresários – pequenos, médios e grandes – e pais de família desempregados estão dando cabo da própria vida. O número de suicídios aumentou entre 25% e 40% desde 2008. Organizações de saúde estimam que a quantidade é maior, pois a Igreja Ortodoxa Grega proíbe o funeral de suicidas e muitas dessas mortes são registradas como acidentes”.
Diz mais a matéria (aliás, assinada por Ana D’Angelo):
“O consumo de drogas no país cresceu 20% no último biênio, principalmente entre os jovens de até 25 anos, faixa em que a desocupação já atinge quase a metade da população, A taxa de infecção por HIV, em alta desde 2008, deve subir 52% neste ano. O pesquisador e sociólogo David Stuckler, da Universidade de Cambridge (Inglaterra), que levantou os dados, cita relatos de usuários de drogas que estariam se infectando deliberadamente com o vírus para receber o benefício mensal de 700 euros (cerca de R$ 1.700) pago pelo governo”.

3 – Apenas uma universidade brasileira – a Universidade de São Paulo, USP – foi incluída no ranking da THE (Times Higher Education), um dos mais respeitáveis do planeta. A USP ocupa o 178º lugar, o que, por si só é uma vergonha. Os Estados Unidos continuam a dominar o ranking, com 75 universidades entre as 200 melhores – e sete entre as primeiras dez. Em segundo lugar aparece o Reino Unido, com 32 entre as 200 e três entre as dez mais.
Pois é. Outro dia, “tia” Dilma, ao ser perguntada sobre a nossa carência de mão-de-obra de alta especialização, disse que o governo sabe como enfrentar o problema: vai criar mais quatro universidades, provavelmente nos rincões do Nordeste e da Amazônia, tal como Lula fez em Quixadá, Xique-Xique e Juazeiro do Norte.

4 – E o senador Reditario Cassol (PP-RO)? Semana passada, Sua Excelência, em discurso na casa do povo, defendeu o uso do “chicote” nas penitenciárias brasileiras. O velho professor do Penedo até que poderia aceitar a ideia, mas desde que o uso da chibata fosse estendido aos políticos corruptos e os que perdem tempo propondo besteiras.

5 – Outro dia, um comentarista de futebol disse que as cores da nossa bandeira são as mais bonitas do mundo. Sei. Mas só vou acreditar nisso quando o citado comentarista desfilar pelas ruas tentando combinar camisa azul, calça verde (ou amarela) e paletó amarelo (ou verde).

6 – Morreu o humorista José de Vasconcelos. O velho professor do Penedo costumava, quando era jovem, encontrá-lo na aprazível (na época) Rua Barão de Icaraí, no Flamengo, Rio de Janeiro. Os vídeos abaixo são uma homenagem a ele.




Nenhum comentário:

Postar um comentário