Por do sol em Penedo

Por do sol em Penedo

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Ler e ouvir Nana e Dori Caymmi


Ler é fundamental (Final)

Qual é o grande “bem” da humanidade? Qual é o grande “patrimônio” dos homens? O grande bem da humanidade é uma invenção dos gregos. O grande patrimônio dos homens é a liberdade, a democracia.

Como assinalou o filósofo grego Aristóteles (384 a.C. – 322 a.C.), “o princípio essencial do governo democrático é a liberdade; a liberdade, afirma-se, é o tema de toda a democracia”.

Há muitas definições de democracia. Mas a melhor definição é aquela em que democracia significa, antes de tudo, liberdade, principalmente a liberdade de pensar e de dizer, sem restrições ou medo, o que foi pensado. Portanto, a democracia tem com o fundamento e depende, acima de tudo, da nossa real capacidade de pensar e falar por nós mesmos, sem restrições ou limitações. Mas há, ainda, um outra questão: democracia é o reconhecimento de que o outro também pode exercer a liberdade de pensar e falar, sem restrições ou limitações. Como disse Rosa Luxemburgo: “A liberdade é sempre a liberdade daquele que pensa diferente”.

É claro que a luta pela liberdade – a liberdade plena – é uma luta constante, permanente, diária, da qual não podemos renunciar nunca. Mas liberdade plena é alcançável? Millôr Fernandes tinha uma definição de liberdade: “Liberdade é torcer pelo Vasco na arquibancada do Flamengo”.

O maior de todos os nossos direitos é o direito de pensar e falar, sem quaisquer restrições ou limites. Quem não é capaz de pensar bem não é capaz de lutar pela liberdade.

Possuir capacidade real de pensar por nós mesmos constitui um valor absoluto, universal, irrenunciável. Possuir capacidade real de pensar por nós mesmos impede que alguém, um grupo, um partido político ou um sistema político ou ideológico se sinta no direito de pensar por nós.

Quando, por uma razão ou outra, nós renunciamos à nossa capacidade real de pensar, permitindo que alguém, um partido ou um sistema pense por nós, na verdade estamos, tenhamos ou não consciência disso, renunciando ao grande patrimônio criado pelo homem: a democracia, ou seja, a liberdade.

Quando aceitamos, tal e qual, a informação que nos chega, estamos não só renunciando à nossa capacidade real de pensar, como estamos dando a um sistema – no caso, a mídia, ou parte dela -, o direito de pensar por nós. Capacidade real de pensar significa capacidade de refletir criticamente sobre a realidade que nos cerca, formulando juízos e julgamentos. Ter capacidade real de pensar é ter capacidade real de decidir, julgar, influir, planejar, optar, de refletir criticamente – e esta é a particularidade que distingue o homem dos demais seres vivos. O homem é o único ser vivo que possui a capacidade superior de pensar.

Ninguém desenvolve e exerce a capacidade real de pensar sem ler. Só a leitura nos fornece os meios necessários ao exercício pleno da nossa capacidade de pensar por nós mesmos.

Não esqueçam nunca. As ditaduras e os ditadores odeiam os livros e as pessoas capazes de pensar livremente. Em 1939, uma parte do povo alemão dispensou os livros – daí os espetáculos de queima dos livros nas praças públicas – porque já haviam renunciado à capacidade plena e livre de pensar. Hitler iria pensar pelo povo alemão. O mesmo ocorreu na era stalinista da União Soviética.

Em síntese, a leitura nos fornece e permite ter:

·         Clarividência;

·         Bons pensamentos;

·         Consciência da liberdade.

Pensem nisso!

*****

Y así pasan los días (3)

1 – Deu no Elio Gaspari: Lula telefonou ao Eike Batista hipotecando solidariedade ao amigo e ao filho deste, que atropelou e matou um popular que transitava de bicicleta pelo acostamento de uma estrada do Estado do Rio. Bonito. Segundo Gaspari, Lula não fez o mesmo com a família do popular atropelado e morto.

2 – Instalada a CPI Mista do Cachoeira. Collor, um dos seus membros, informou que vai ser um guardião do sigilo de certas informações que vão ser discutidas pela CPI. Aproveitou para criticar a imprensa.

3 – Aprovado o novo Código Florestal. Desde 1934, a legislação brasileira sobre proteção ambiental veio evoluindo positivamente. Este novo Código Florestal, ditado ao Brasil pelos ruralistas, representa um retrocesso de mais de 80 anos. “Tia” Dilma precisa vetar o novo Código Florestal integralmente!

4 – Morreram Jorge Goulart, Ademilde Fonseca, Chico Anísio, Millôr, Sarraceni e, agora, o vascaíno Dicró. A bruxa está à solta!

5 – Este velho professor do Penedo estará participando da Flipoços – Feira de Livros de Poços de Caldas, no próximo dia 5 de maio. Participarão da mesa, além do velho professor do Penedo, a escritora Rogéria Gomes e o radialista Flávio Araújo.



*****

Com vocês, Nana Caymmi & Dori Caymmi!

Filhos do grande Dorival Caymmi, Nana é, ao lado de Maria Bethania, a grande diva da música popular brasileira de hoje. Dori é um grande músico e compositor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário